Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Tenho que sonhar






Que droga de paixão
Que me prendeu
Quase me matou
Me enlouqueceu


Foi um vendaval
Dentro de mim
Explosão de amor
Que não tem fim


Uma dose de amor fatal
Doce sabor de paixão
Provei, gostei, mas me dei mal
Embriagou meu coração


E agora o que eu eu vou fazer pra sair dessa
Outra pessoa, outro amor não me interessa
Tem que ser você


Eu sinto a sua falta
Eu morro de desejo
Eu fecho os olhos
Sinto o gosto do seu beijo
Não dá pra te esquecer


Seu amor ficou no meu olhar
Será que um dia você vai voltar
Tenho que sonhar

terça-feira, 15 de junho de 2010

"A Cabana" - William P. Young



Alguns pensamentos extraídos do bestseller "A Cabana" de William P. Young.
Uma leitura que vale a pena...


 




"Nada nos deixa tão solitários quanto nossos segredos" - Paul Tournier


"A tristeza é um muro entre dois jardins" - Khalil Gibran


"Rotineiramente desqualificamos testemunhos e exigimos comprovação. Isto é, estamos tão convencidos da justeza de nosso julgamento que invalidamos provas que não se ajustem a ele.
Nada que mereça ser chamado de verdade pode ser alcançado por esses meios" - Marilynne Robinson


"Rezemos para que a raça humana jamais escape da Terra para espalhar sua iniqüidade em outros lugares" - C.S. Lewis


"Crescer significa mudar e mudar envolve riscos; uma passagem do conhecimento para o desconhecido" - Autor desconhecido


"Mesmo que encontrássemos outro Éden, não teríamos condição de desfrutá-lo perfeitamente nem de ficar lá para sempre" - Henry Van Dyke


"Quem decidir se colocar como juiz da verdade e do conhecimento é naufragado pela gargalhada dos deuses" - Albert Einstein


"A falsidade tem uma infinidade de combinações, mas a verdade só tem um modo de ser" - Jean-Jacques Rousseau


"Você pode dizer adeus à sua família e à seus amigos e afastar-se milhas e milhas e, ao mesmo tempo, carregá-los em seu coração, em sua mente, em seu estômago, pois você não apenas vive no mundo, mas o mundo vive em você" - Frederick Buechner


"Não há sofrimento na Terra que o Céu não possa curar" - Autor desconhecido


"A fé nunca sabe aonde está sendo levada, mas conhece e ama Aquele que está levando" - Oswald Chambus


"Os paradigmas dão força às percepções e as percepções dão força às emoções" - William P. Young

quarta-feira, 31 de março de 2010

Por Fernando Pessoa



Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens.

Por Albert Einstein



O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.

Por Benjamim Constant



Nós somos criaturas de tal modo volúveis que até acabamos por sentir os sentimentos que fingimos...


"A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável."



terça-feira, 30 de março de 2010

A dor de Paulo Coelho



"As memórias amargas não podem nos aprisionar. Elas fazem parte da vida - como o sorriso, o pôr do sol, o instante de oração.

Curioso é que esquecemos rápido nossas alegrias, embora sempre façamos com que o sofrimento dure mais do que o necessário.

A dor é uma ótima desculpa para problemas que não conseguimos resolver, passos que não tivemos coragem de dar, decisões que adiamos.

A dor faz parte da vida - como faz parte a alegria, a fome, e a vontade de sonhar. Não adianta fugir, porque ela termina nos encontrando.

Mas sua única função é nos ensinar algo. Aprendemos suas lições, e isso basta.

Toquemos para frente.

Não vamos nos castigar com memórias amargas. Não vamos sofrer duas vezes, quando podemos sofrer apenas uma."

Por Cecília Meireles



"É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.


É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.


O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.


O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.


O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence."

Por Mahatma Gandhi



"Pegue um sorriso e doe-o a quem jamais o teve.
Pegue um raio de sol e faça-o voar lá onde reina a noite.
Descubra uma fonte e faça banhar-se quem vive no lodo.
Pegue uma lágrima e ponha-a no rosto de quem jamais chorou.
Pegue a coragem e ponha-a no ânimo de quem não sabe lutar.
Descubra a vida e narre-a a quem não sabe entendê-la.
Pegue a esperança e viva na sua luz.
Pegue a bondade e doe-a a quem não sabe doar.
Descubra o amor e faça-o conhecer ao mundo"

quarta-feira, 24 de março de 2010


 Ainda vai levar um tempo
Pra fechar
O que feriu por dentro
Natural que seja assim
Tanto pra você
Quanto pra mim...


Ainda leva uma cara
Pra gente poder dar risada
Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga
E sem vontade...

Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais...

terça-feira, 23 de março de 2010

Tire-o da cabeça por Martha Medeiros



Você estava apaixonado por alguém e levou um fora. 
Acontece mais do que acidente de avião, desastre com romeiros e incêndio na floresta. Corações partidos é o grande drama nacional. 
O que fazer? 
Ainda não lançaram um manual de auto-ajuda que consiga eliminar nossa fossa, e dos amigos só podemos esperar uma frase, repetida à exaustão: tire esse cara da cabeça. 
Parece fácil. 
Mas alguém aí me diga: como é que se tira alguém de um lugar tão cheio de mistérios?
Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não. 
É tarefa da nossa cabecinha, que aliás é nossa em termos: tem alguma coisa lá dentro que age por conta própria, sem dar satisfação. 
Quem dera um esforço de conscientização resolvesse o assunto: não gosto mais dele, não quero mais saber daquele prepotente, desapareça, um, dois e já!
Parece que funcionou. 
Você sai na rua para testar. 
Sim, você conseguiu: olhou vitrines, comeu um sorvete e folheou duas revistas sem derramar uma única lágrima. 
Até que começa a tocar uma música no rádio e desanda a maionese. 
Você não tirou coisa alguma da cabeça, ele ainda está lá, cantando baixinho pra você.
 
Táticas: 
** Não ficar em casa relendo cartas e revendo fotos. 
Descole uma festa e produza-se para matar. 
Você bem que tenta, mas nada sai como o planejado. 
Os casais que se beijam ao seu lado são como socos no estômago. 
Você se sente uma retardada na pista de dança. 
Um carinha puxa papo com você e tudo o que ele diz é comparado com o que o seu ex diria, com o que o seu ex faria. 
Chamem a EccoSalva.
** Livros. 
Um ótimo hábito, mas em vez de abstrair, você acha que tudo o que o escritor escreve é para você em particular, tudo tem semelhança com o que você está vivendo, mesmo que você esteja lendo sobre a erupção do Vesúvio que soterrou Pompéia.
** Viajar. 
Quem vai na bagagem? Ele. 
Você fica olhando a paisagem pela janela do ônibus e só no que pensa é onde ele estará agora, sem notar que ele está ali mesmo, preso na sua mente.

Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. 
Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. 
Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. 
Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. 
Com fórceps é que a criatura não sai.

Gostava tanto de você....




Não sei porque você se foi
Quanta saudade eu senti
E de tristeza vou viver
E aquele adeus, não pude dar

Você mudou a minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
Da solidão que em minha porta bate


E eu.....
Gostava tanto de você....

Eu corro e fujo desta sombra
Em sonhos vejo esse passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o teu retrato
Não quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...


E eu.....
Gostava tanto de você....

Não, não vá embora....
Vou morrer de saudade....


Deve ser o mel que a mamãe me passou
Deve ser o céu que eles pedem, eu dou
No amor eu tenho dom
Em cada flecha um coração....



segunda-feira, 22 de março de 2010


Eu cheguei a deixar
Vestígios pra você me achar

Foi assim
Que entreguei meu coração devagar

Eu tentei te roubar
Aos poucos pra você notar que fui eu

Te guardei onde ninguém vai tirar


No fundo dos meus olhos
Pra dentro da memória te levei
Amor você me tentou


Antes que o sol pudesse acordar
Eu te amei.....

domingo, 21 de março de 2010

Cuida de mim....

Meu coração entrego à ti....


sábado, 20 de março de 2010

Metade de mim - Rosemari Hauenstein Ruch






Metade de mim é emoção e deseja teu corpo ao alcance da minha mão;
  A outra metade é razão e imune te afasta, ignora, finge ilusão.

Metade de mim não me deixa do teu beijo esquecer;
  A outra metade impassível, não me permite sofrer.

Metade de mim lembra o calor ardente do teu abraço;
  A outra metade insensível, nega a existência do laço.

Metade de mim quer novamente ouvir tua voz;
  A outra metade implacável, exige que esqueça de nós.

Metade de mim é sonho acordado de desejo e lembrança;
  A outra metade inabalável lucidez que cessa a esperança.

Metade de mim subjulga meu corpo na ansiedade do amor;
  A outra metade impiedosa rebela-se, aumentando minha dor.

Metade de mim emoção, grita teu nome ao vento incontida, desesperada de paixão;
  A outra indiferente, se cala, sem nenhuma razão....

O dom de amar



As horas se passaram aqui,
Tanta coisa e eu não percebi,
Mas eu sei que sempre eu senti,
Que você me fez, sempre feliz


Me ensinando como caminhar
Me ajudando para não errar,
Estendendo a mão pra me mostrar,
O maior dos dons, o dom de amar....

Eu quero sentir nessa hora,
A tua presença agora,
Falando ao meu coração
Com carinho e emoção
 
Te quero pra sempre em minha vida
O amor cicatriza a ferida,
 
Eu quero levar esse amor, para todos
Que eu encontre aonde eu for....

O que não se pode explicar aos normais....








Sobre o amor e o desamor, sobre a paixão,
 
Sobre ficar, sobre desejar, como saber te amar?
 
Sobre querer, sobre entender, sem esquecer,
 
Sobre a verdade e a ilusão,
Quem afinal é você?
 
Quem de nós vai mostrar realmente o que quer?
 
Um coração nesse furacão, ilhando onde estiver
 
O meu querer é complicado demais,
Quero o que não se pode explicar aos normais
 
Sobre o porque de tantos porquês,
E responder
 
Entre a razão e a emoção eu escolhi você...!!

Ex - Amor



Eu tive um amor
Amor tão bonito
Daqueles que matam
Com sabor de saudades
 
Meu ex-amor
Tem coisas que a gente não esquece
Mas você não merece
Tanta dor
 
Foi bonito demais
Mas eu estou sozinho
Fui rico de amor
E hoje estou tão só...

E se a lembrança insistir
Em procurar por nós dois
Vai encontrar seu adeus
Dizendo "Volto depois"
 
É impossível, eu sei,
Mentir que nunca te amei
Que foi um sonho e acabou
Mas tenho que aceitar,
Cuidar de mim e tentar
Me encontar noutro amor...


Pode ir embora....








Procurei em outros braços sentir seu calor
Procurei em outras bocas sentir seu sabor
Procurei em outro corpo um perfume seu
Mais meu coração não te esqueceu

O amor é assim chega derepente faz a gente se perder
Ta marcado em mim 
Não sai do pensamento querendo me enlouquecer

Pode ir embora deixe as lembranças que restaram de nós dois
Que a qualquer hora vai se arrepender e a saudade vêm depois

Não adianta 
Segue seu caminho sem lembrar que um dia eu fui o amor da sua vida

Vai fecha a porta 
Faz como se tudo não passasse de ilusão

Me ignora
Destrói o sentimento e vai atrás de outra paixão

Esquece tudo 
Prometo não chorar e nem tentar te convencer que um dia amei você...


Me dá teu olhar
Que eu preciso enxergar a beleza da vida...

Faz um coração com as mãos
 
É tanto desejo, vem me dar um beijo
 
Faz um coração com as mãos
 
Se entrega pra mim...

Amanhã sei lá....



Tô com vontade de te encher de beijos
Beijar na boca 

Mata o meu desejo
Nem que seja só por hoje
Eu quero te amar
Amanhã sei lá....


O tempo passa e no seu lugar ninguém
Tento te esquecer mas isso não me faz bem
  Eu quero só você....


Todos me falam que você não vai voltar
Mas eu não ligo
Não preciso acreditar
  Eu quero só você....


Tô com vontade de te encher de beijos
Beijar na boca 

Mata o meu desejo
Nem que seja só por hoje
Eu quero te amar
Amanhã sei lá....



quinta-feira, 18 de março de 2010

Que dure para sempre - Peninha



Que seja eterno enqüanto dure esse amor
Que dure para sempre
 
Que venha abençoado por Deus
Que seja diferente
 
Que tenha alegria
Que ponha fogo em mim
 
Quem é que não quer um amor assim??



quarta-feira, 17 de março de 2010

Meu anjo



Não adianta tentar se esconder
Por que sempre vou te encontrar
 
Vou andar colado em você
Onde você for eu vou estar

Até em seus sonhos vou aparecer
Nem dormindo vai me esquecer
 
Mais cedo ou mais tarde
Você vai notar
Que é inútil tentar me deixar
 
Meu anjo, meu sonho
Meu sol de verão
 
Me deixa, ser dono
Do seu coração...


Preciso....

Preciso de você aqui
 
Sem seu amor tudo é saudade...


Asa Morena



Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...

Me toma no crescer
De um beijo muito louco
Me implodindo aos poucos
No universo a desvendar
A vastidão do teu amor...

Me toma sem pensar
Num gesto muito forte
Unindo o sul e o norte
Do meu corpo
Frágil corpo
Com a mais pura emoção...

Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...


Pior é te perder







Quanta gente a gente vive deixando pra trás
Mas tem coisas nesta vida que não voltam mais
A primeira namorada
A professora do jardim
Companheiros de estrada
Não se lembram mais de mim
Amizade abandonada
Só colegas de profissão
A família separada
Meus vizinhos eu nem sei quem são

Pior que tudo isso é te perder
Ter que chorar, ter que sofrer
Pra aprender então a dar valor
A um grande amor

Pior que tudo isso é te perder
Ter que chorar, ter que sofrer
Pra aprender então a dar valor
Ao nosso amor

Não vá, não sei
Viver sem o teu amor....

Caso marcado



Palavras de amor
Jogadas ao vento
A sua imagem , não sai do meu pensamento
 

Ninguém me tira essa dor, nem as marcas do tempo
O que me falta é coragem prá dizer a verdade
Enfrentar o momento


Eu só queria dizer prá você
Que te amo e não vejo saida
 

Nosso caso é marcado, nosso amor é jurado
Você é minha vida
 

Vê se volta correndo prá mim
Sem você eu não durmo direito
Quero estar em seus braços e ouvir de você:
Te amo de qualquer jeito...!!

terça-feira, 16 de março de 2010

Vida - Fábio Jr



Pelas ruas da cidade pessoas andam num vai e vem
Não veêm o cair da tarde vão nos seus passos como reféns
De uma vida sem saída vida sem vida mal ou bem
 
Pelos bancos desses parques, ninguém se toca sem perceber
Que onde o sol se esconde, o horizonte tenta dizer
Que há sempre um novo dia, a cada dia em cada ser

Não é preciso uma verdade nova, uma aventura
Pra encontrar nas luzes que se acendem um brilho eterno
E dar as mãos e dar de si além do próprio gesto
E descobrir feliz que o amor esconde outro universo
 
Pelos becos, pelos bares pelos lugares que ninguém vê
Há sempre alguém querendo uma esperança, sobreviver
Cada rosto é um espelho de um desejo de ser de ter

Não é preciso uma verdade nova, uma aventura
Pra encontrar nas luzes que se acendem um brilho eterno
E dar as mãos e dar de si além do próprio gesto
E descobrir feliz que o amor esconde outro universo
 
Cada rosto é um espelho de um desejo de ser de ter
Talvez, quem sabe, por essa cidade passe um anjo
E por encanto abra suas asas sobre os homens
E dê vontade de se dar aos outros sem medida
A qualidade de poder viver...vida...

Quem ama cuida




Vou tá sempre onde você estiver
E mesmo estando ausente, eu vou estar presente
Toda hora que você quiser
Se me chamar eu vou e se for pra fazer amor
Eu largo tudo, tudo e vou a luta


Eu vou cuidar de você
Todo dia, toda hora e a todo momento
Você jamais vai duvidar do meu sentimento
É de dar inveja um amor assim

Eu vou cuidar de você
Todo dia, toda hora e a todo momento
Eu sou capaz de ler até seu pensamento
Só pra saber se tá pensando em mim...

segunda-feira, 15 de março de 2010

A lua que eu te dei


Posso te falar dos sonhos
Das flores
De como a cidade mudou
 
Posso te falar do medo
Do meu desejo, do meu amor...

Posso falar da tarde que cai
E aos poucos deixa ver
No céu a Lua
Que um dia eu te dei...

Gosto de fechar os olhos
Fugir no tempo
De me perder
 
Posso até perder a hora
Mas sei
Que já passou das seis...

Sei que não há no mundo
Quem possa te dizer
Que não é tua
A Lua que eu te dei...

Pra brilhar
Por onde você for
 
Me queira bem
Durma bem
Meu Amor...
Os sussurros rompem as barreiras do som
Damos para o amor um novo tom
Compomos as mais lindas melodias
Dedilhadas na sintonia
Cantadas em nosso olhar....





Distância, você não me vê, mas, assim como o vento, viajo sutilmente por entre as suas lembranças...

Por Charles Chaplin

 
 
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
 
Hoje sei que o nome disso é... Respeito...

Por Clarice Lispector



Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. 

Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. 

Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil.



A confiança - Carlos Drummond de Andrade



A confiança é um ato de fé, e esta dispensa raciocínio.

Por Izabete Cella Zollet



O homem só poderá se considerar inteligente e racional, quando parar de corromper e destruir sua própria espécie.



O que é o sofrimento?


Uma forma de melhorar a espécie que está sendo lapidada...

Por Arthur Rimbaud




A nossa pálida razão esconde-nos o infinito

Eu sei - Papas da Língua



Não sei...
Por que você disse adeus
Guardei...
O beijo que você me deu
 
Vou pedir aos céus
Você aqui comigo
Vou jogar no mar
Flores para te encontrar...


Por Quintiliano




O mentiroso precisa de ter boa memória

O chamado




Começou como um sentimento,
Que então cresceu em uma esperança,
Que se tornou então um pensamento quieto,
Que se tornou então uma palavra quieta,
E então essa palavra cresceu mais e mais
Até se tornar um grito de guerra


Eu voltarei quando você me chamar,
Não há porque se despedir...


Só porque tudo muda
Não significa que nunca foi assim antes
Tudo que você pode fazer é tentar saber quem seus amigos são
Enquanto marcha para a guerra
Escolha uma estrela no horizonte escuro
E siga a luz...


Você voltará quando acabar,
Não há porque se despedir...


Agora estamos de volta ao começo,
É apenas um sentimento e ninguém conhece ainda, mas, apenas porque não podem sentir esse sentimento também, isso não significa que você tem que esquecê-lo
Deixe suas memórias crescerem mais fortes e mais fortes até estarem diante de seus olhos


Você voltará quando te chamarem,
Não há porque se despedir...



The Call - Tradução - Regina Spektor


sexta-feira, 12 de março de 2010

Teoria de Ana Costa



"O que incomoda não é frango e sim as polentas"




quinta-feira, 11 de março de 2010

Por Pitágoras



Se o que tens a dizer não é mais belo que o silêncio, então cala-te.

Por Khalil Gibran



Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.

Por Voltaire





O mal tem asas, e o bem anda a passo de tartaruga.

Mude por Pedro Bial


"Mude.
Mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos. 
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira pra passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma do outro lado da cama... depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros jornais... leia outros livros.
Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.

Durma mais tarde. 
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia, o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente...
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras
poesias.
Jogue fora os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude...
Lembre-se que a vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um novo emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas.
Mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda!"

Por Jules Renard




Não é possível chorar e pensar ao mesmo tempo, pois cada pensamento absorve uma lágrima.







Chuva - Millôr Fernandes


Entre um pingo e outro
A chuva não molha.

Por Fernando Pessoa




"Tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
 
Que haja montanhas e planícies
E quando haja rochedos e erva...
O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
 
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
 
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica..."



"Até o diabo quando está satisfeito é uma boa pessoa"



Por Richard Bach








O que a lagarta chama de fim do mundo, o homem chama de borboleta....



Você levou meu coração
Levou o meu olhar
Eu sigo cego e infeliz
Querendo te encontrar
 





Pra conversar
Te convencer
Te confessar
Quero só você...

Perdi você sem a gente brigar
 
Perdi você com meu medo de amar
 
Perdi você e nem sei o lugar
 
Me desculpe se eu não soube te encontrar...


quarta-feira, 10 de março de 2010

Por Marques de Sade



Mate-me novamente ou aceite-me como eu sou, porque eu não mudarei...

Por Bob Marley




Preocupe-se mais com a sua consciência do que com sua reputação. 
Porque sua consciência é o que você é, e a sua reputação é o que os outros pensam de você. 
E o que os outros pensam, é problema deles.


Por Charles Chaplin

 
 
A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. 
Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. 
Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. 
Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. 
Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. 
E termina tudo com um ótimo orgasmo! 
Não seria perfeito?

Parece castigo



Eu não consigo te esquecer
Meu pensamento só fica em você
A cada dia chego a delirar
Se for um sonho me deixa acordar
Parece até ser um castigo
A solidão, ela acaba comigo
Não posso mais viver sem essa paixão
Dê outra chance pro meu coração

A onde estou que não perco a cabeça
Volta pra mim antes que eu enlouqueça
A onde estou que vejo o mundo girar
Será que um dia isso vai se acabar...??

Palavras ao vento - Adriana Falcão




"A primeira letra do alfabeto é também a primeira letra da palavra amor e se acha importantíssima por isso! 
Com A se escreve "arrependimento" que é uma inútil vontade de pedir ao tempo para voltar atrás e com A se dá o tipo de tchau mais triste que existe: "adeus"... 
Ah, é com A que se faz "abracadabra", palavra que se diz capaz de transformar sapo em príncipe e vice-versa...
 
Com B se diz "belo" - que é tudo que faz os olhos pensarem ser coração; e se dá a "bênção", um sim que pretende dar sorte.
 
Com C, "calendário", que é onde moram os dias e o "carnaval", esta oportunidade praticamente obrigatória de ser feliz com data marcada. 
"Civilizado" é quem já aprendeu a cantar parabéns pra você e sabe o que é "contrato": "você isso, eu aquilo, com assinatura embaixo".
 
Com D , se chega à "dedução", o caminho entre o "se" e o "então"... 
Com D começa "defeito", que é cada pedacinho que falta para se chegar à perfeição e se pede "desculpa", uma palavra que pretende ser beijo.
 
E tem o E de "efêmero", quando o eterno passa logo; de "escuridão", que é o resto da noite, se alguém recortar as estrelas; e "emoção", um tango que ainda não foi feito. 
E tem também "eba!", uma forma de agradecimento muito utilizada por quem ganhou um pirulito, por exemplo...
 
F é para "fantasia", qualquer tipo de "já pensou se fosse assim?"; "fábula", uma história que poderia ter acontecido de verdade, se a verdade fosse um pouco mais maluca; e "fé", que é toda certeza que dispensa provas.
 
A sétima letra do alfabeto é G, que fica irritadíssima quando a confundem com o J. G, de "grade", que serve para prender todo mundo - uns dentro, outros fora; G de "goleiro", alguém em quem se pode botar a culpa do gol; G de "gente": carne, osso, alma e sentimento, tudo isso ao mesmo tempo.
 
Depois vem o H de "história": quando todas as palavras do dicionário ficam à disposição de quem quiser contar qualquer coisa que tenha acontecido ou sido inventada.
 
O I de "idade", aquilo que você tem certeza que vai ganhar de aniversário, queira ou não queira.
 
J de "janela!, por onde entra tudo que é lá fora e de "jasmim", que tem a sorte de ser flor e ainda tem a graça de se chamar assim.
 
L de "lá", onde a gente fica pensando se está melhor ou pior do que aqui; de "lágrima", sumo que sai pelos olhos quando se espreme o coração, e de "loucura", coisa que quem não tem só pode ser completamente louco.
 
M de "madrugada", quando vivem os sonhos...
 
N de "noiva", moça que geralmente usa branco por fora e vermelho por dentro.
 
O de "óbvio", não precisa explicar...
 
P de "pecado", algo que os homens inventaram e então inventaram que foi Deus que inventou.
 
Q, tudo que tem um não sei quê de não sei quê.
 
E R, de "rebolar", o que se tem que fazer pra chegar lá.
 
S é de "sagrado", tudo o que combina com uma cantata de Bach; de "segredo", aquilo que você está louco pra contar; de "sexo": quando o beijo é maior que a boca.
 
T é de "talvez", resposta pior que ´não`, uma vez que ainda deixa, meio bamba, uma esperança... 
De "tanto", um muito que até ficou tonto... 
De "testemunha": quem por sorte ou por azar, não estava em outro lugar.
 
U de "ui", um ài" que ainda é arrepio; de "último", que anuncia o começo de outra coisa; e de "único": tudo que, pela facilidade de virar nenhum, pede cuidado.
 
Vem o V, de "vazio", um termo injusto com a palavra nada; de "volúvel", uma pessoa que ora quer o que quer, ora quer o que querem que ela queira.
 
E chegamos ao X, uma incógnita... X de "xingamento", que é uma palavra ou frase destinada a acabar com a alegria de alguém; e de "xô", única palavra do dicionário das aves traduzida para o português.
 
Z é a última letra do alfabeto, que alcançou a glória quando foi usada pelo Zorro... Z de "zaga", algo que serve para o goleiro não se sentir o único culpado; de "zebra", quando você esperava liso e veio listrado; e de "zíper", fecho que precisa de um bom motivo pra ser aberto; e de "zureta", que é como fica a cabeça da gente ao final de um dicionário inteiro."